Como resolver problemas difíceis usando o pensamento reverso

Gestão de Riscos

abr 06

Como ativar a criatividade fazendo as coisas ao contrário? Como resolver problemas que parecem sem solução?

Em vez de fazer as coisas de maneira regular, lógica e direta, você obtém uma nova perspectiva e gera novas ideias fazendo o oposto do que normalmente seria esperado.

Recentemente, me deparei com três grandes exemplos disso e queria compartilhá-los com você:

• Brainstorming reverso

• Graffiti reverso

• A técnica de inversão

Brainstorming reverso (Reverse Brainstorming)

Brainstorming reverso é uma técnica na qual você declara seu problema ao contrário. Por exemplo, você altera uma afirmação positiva em negativa, tenta definir o que algo não é e assim por diante. Basicamente, é uma combinação da conhecida técnica de brainstorming com a técnica de mudar sua perspectiva para que você possa analisar o problema ou a situação de um ângulo completamente diferente.

Vamos usar como exemplo o incremento do seu networking. Em vez de se perguntar como pode triplicar sua rede em um mês para que você possa fazer mais contatos, o que poderia levar a mais vendas, você poderia se perguntar algo como o seguinte: Como posso ter certeza de que ninguém nunca entrará em contato comigo?

Logicamente, uma maneira de ninguém entrar em contato com você é por não terem como entrar em contato com você, já que não têm suas informações de contato. E se você nunca leva cartões de visita com você, as pessoas não terão suas informações de contato.

Então, como você pode ter certeza de que ninguém nunca te contata? Por nunca levar seus cartões de visita com você. Lógico!

Faça a inversão mais uma vez. “Nunca carregue cartões de visita com você” se tornaria: “Sempre carregue muitos cartões de visita com você”.

Então, você amplia esta ideia para:

• Eu vou dar um cartão de visita para todos que eu encontrar.

• Eu vou ter um crachá com todas as minhas informações de contato e usá-lo no meu próximo evento de networking.

• Toda vez que eu encontrar alguém em um evento de networking, vou tirar uma foto com essa pessoa e enviá-la por e-mail após o evento com um pequeno texto dizendo que foi ótimo conhecê-lo adicionando todos os meus contatos profissionais.

Grafite reverso (Reverse Graffiti)

Embora o grafite bem feito possa ser uma forma de arte, muitas vezes é um ato de vandalismo quando uma parede ou superfície limpa é desfigurada com rabiscos feios, palavrões escritos em tinta spray, anúncios ilegais e assim por diante.

O grafite reverso é o oposto disso. Uma parede suja coberta de fuligem e mal pintada é embelezada, limpando-a com desenhos de árvores, flores, pássaros e outras criações na parede.

A Técnica de Inversão (Inversion Technique)

Esta técnica é semelhante à reversão do brainstorming. Um exemplo da técnica está no livro de Josh Kaufman, “As primeiras 20 horas – como aprender qualquer coisa rápido”:

Ao estudar o oposto do que você deseja, é possível identificar elementos importantes que não são imediatamente óbvios. 

O que precisaria saber se eu quisesse navegar de caiaque em um rio rápido e cheio de pedras? Aqui está a inversão: como seria se tudo desse errado? 

• Eu viraria de cabeça para baixo debaixo d’água e não conseguiria voltar. 

• Eu inundaria meu caiaque, fazendo com que ele afundasse, resultando em uma perda total do caiaque. 

• Eu bateria a minha cabeça em uma rocha. 

• Eu perderia meu remo, eliminando minha manobrabilidade. 

• Eu iria pular do meu caiaque, ao ficar preso em um “refluxo” (um ponto onde o rio flui sobre si mesmo, criando um loop como uma máquina de lavar roupa) e não seria capaz de sair. 

Se eu conseguisse fazer todas essas coisas ao mesmo tempo no meio de um rio furioso, eu provavelmente morreria. Este é o pior cenário possível. Essa linha de pensamento pessimista é útil porque aponta para algumas habilidades do caiaque em corredeiras que provavelmente são muito importantes: 

• aprender rolar o caiaque para o lado certo se ele virar, sem ejetar;

• Aprendendo como evitar inundar o caiaque se for necessário ejetar; 

• Aprender a evitar a perda do meu remo em águas agitadas;

• Aprender e usar precauções de segurança durante o rafting em torno de grandes pedras; 

• Observar o rio antes da corrida para evitar caminhos perigosos. 

Essa simulação mental proporcionará uma lista de compras: preciso investir em um colete de flutuação, capacete e outros equipamentos de segurança. Agora tenho uma lista concreta de habilidades para praticar e ações a serem tomadas para garantir que eu realmente me divirta, mantenha meu equipamento e sobreviva ao rafting. 

Comece pelo final! Pense no que você não quer, vire-o de cabeça para baixo. 

Esses são todos exemplos de pensamento reverso. Agora imagine um problema ou um obstáculo que terá pela frente e aplique esta técnica. Você pode se surpreender com as ideias que aparecerão.

Redução do Risco

Técnicas criativas são uteis quando precisamos levantar, identificar e tratar os riscos de um negócio. Com o pensamento reverso ganhamos mais rapidez na descoberta dos possíveis obstáculos que teremos ao longo de cada fase do projeto.

O pensamento reverso pode forçar uma equipe pequena, que está focada em um problema, há um longo tempo, a pensar nele de uma maneira completamente diferente e chegar a um amplo leque de novas ideias que podem ajudar a solucioná-lo.

Outro exemplo: Digamos que você queira aumentar seu foco e produtividade. Você pode tomar uma droga ou estimulante mental que aumente sua capacidade de concentração, mas corre o risco de possíveis efeitos colaterais. Por outro lado, usando o pensamento reverso, você poderia perguntar: “E se eu quisesse diminuir meu foco? Quais são as maneiras pelas quais eu poderia me distrair? ”

A resposta a essa pergunta pode ajudá-lo a descobrir distrações que você pode eliminar para aumentar seu nível de produtividade. É o mesmo problema, mas a técnica permite atacá-lo de outro ângulo e com menos risco.

Mais algumas informações sobre pensamento reverso:

Mindtools: Reverse Brainstorming, A different approach to brainstorming

Leave a Comment:

Leave a Comment: